CURE A SUA ALMA!

"Você se fere sempre que ofende a alguém ou a si mesmo.
É preciso curar as feridas o mais rápido possível.
Recuperar a paz e a alegria."

FLORAIS DO MUNDO

Dr. Edward Bach - Criador dos Florais de Bach

O Dr Edward Bach nasceu em Birmingham, Inglaterra, em 24 de setembro de 1886. Formou-se em Medicina em 1912. Em 1915, tornou-se bacteriologista do Hospital Universitário, onde desenvolveu os nosódios intestinais que ainda hoje são empregados pelos médicos homeopatas. Em 1917, Bach teve uma hemorragia, foi operado com urgência e nele foi diagnosticada uma doença grave e incurável, com prognóstico de apenas 3 meses de vida.

Como queria terminar suas pesquisas com os nosódios, pediu alta hospitalar, dedicou-se plenamente aos seus estudos e, recuperou-se totalmente. Esta vivência foi decisiva para que ele atribuísse grande importância aos estados emocionais na gênese e cura das doenças. Afirmou que boa saúde é harmonia, ritmo, pensar a vida de modo positivo, construtivo e feliz , enquanto que a doença é pensar de modo negativo, infeliz e destrutivo.

Em 1930, resolveu abandonar o consultório e partiu para a zona rural do País de Gales em busca de novos medicamentos. Passou a percorrer os campos em busca de plantas e fixou sua atenção nas flores silvestres. Desenvolveu uma grande intuição e sensibilidade a ponto de poder sentir as vibrações de cada flor que tocava com as mãos ou com a boca, identificando desta forma seu poder de cura.

Descobriu que o orvalho e a luz solar despertam a vibração das flores e a partir daí, desenvolveu o método solar e o de ebulição que se usam até hoje para o preparo das essências florais. As flores usadas para os remédios devem nascer espontaneamente porque a energia é mais intensa do que se forem plantadas pelo homem. Devem ficar mergulhadas em água de um riacho próximo, em um recipiente de vidro claro por algumas horas, ficando assim, a água impregnada com a energia da flor.

Bach dizia que a doença é a cristalização de uma atitude mental e que basta tratar esta atitude para que a enfermidade cesse. Deve-se tratar a personalidade do paciente e não a doença. A enfermidade não é material e sim energética e o primeiro ato do drama da doença se passa no campo da energia. Portanto, deve-se tratar as causas e não os efeitos. A ação terapêutica para que seja eficaz, deve atuar sobre a energia. Em 5 anos, Edward Bach descobriu 38 essências florais e escreveu dois livros: "Cura-te a ti mesmo" e "Os doze curadores e outros remédios".

Ele morreu em 27.11.36, em sua casa em Mount Vernon, Grã Bretanha, onde ainda hoje funciona o "Bach Centre", onde são colhidas as flores e preparadas as essências. O remédio floral é preparado com água mineral, essência floral e conhaque como conservante. A maneira de usar varia muito de um profissional para outro. Edward Bach preconizava o uso de até 6 essências no mesmo frasco, na posologia de 4 gotas 4 vezes ao dia.

Alguns dos pensamentos do Dr. Bach:
"A doença é o resultado do conflito entre a alma e a mente, e ela jamais será erradicada, exceto por meio de esforços mentais e espirituais".

"Nossa saúde física depende do nosso modo de pensar, dos nossos sentimentos e de nossas emoções".

"As doenças reais e básicas do homem são provocadas por características de personalidade como o orgulho, a crueldade, o ódio, o egoísmo, a ignorância, a instabilidade e a ambição... tais características é que constituem as verdadeiras doenças..., e a continuidade dessas características, se persistirmos nelas,... é o que ocasiona no corpo efeitos prejudiciais que conhecemos com o nome de enfermidades".

"Os medicamentos devem atuar sobre as causas e não sobre os efeitos, corrigindo o desequilíbrio emocional no campo energético".

As essências florais são utilizadas como método de harmonização das forças da natureza que em conjunto com o organismo, levam as pessoas a um completo equilíbrio mental, emocional e espiritual. As essências florais também protegem o corpo energético, equilibrando-o e harmonizando-o. Ao todo são em número de 38 as essências florais.

sexta-feira, 29 de maio de 2009

A Terapia Floral

Terapia Floral é uma abordagem terapêutica
que utiliza Essências Florais. Denomina-se
Essências Florais um preparado natural e
artesanal, um EDUCAMENTO que age como
princípio catalisador que ativa processos de
expansão e transformação da consciência,
despertando talentos, virtudes e potenciais
latentes, favorecendo e possibilitando a
restauração da paz, harmonia e equilíbrio
do ser.

Por sua natureza não física, as Essências Florais
não têm impactos diretos sobre a bioquímica do
corpo. Elas não são medicamentos homeopáticos
ou alopáticos e, portanto, não substituem a
necessidade de utilização destes e /ou cuidados
médicos ou psicológicos. Elas podem atuar
simultaneamente com estes meios, sem interferir
na ação dos mesmos.

Esta terapêutica é fundamentada no trabalho
de Dr. Edward Bach (1886-1936) Pai da Terapia
Floral, médico inglês, que por volta de 1930,
buscando a raiz do sofrimento humano e as
verdadeiras causas dos desequilíbrios físicos
e psíquicos, observou que estes não se davam
ao acaso e nem mesmo eram fruto de agentes
patogênicos, como bactérias ou microorganismos.

Percebeu que o que determina tais doenças,
muitas vezes, são as tendências emocionais
desequilibradas no Ser. Assim sendo, sua visão
filosófica entende o tratamento da pessoa e não
da doença – da causa ao invés do efeito – do todo
e não das partes. Sua indicação deve ser feita
por terapeutas florais, devidamente habilitados
em cursos reconhecidos e com carga horária
considerada satisfatória.

Concluindo:-A Terapia Floral tem caráter de
autocura, como preconizado pelo Dr. Edward
Bach. - Ela fundamenta-se na busca da auto-
percepção consciente de emoções, pensamentos
e atitudes e no cultivo daquelas virtudes e
qualidades que nutrem a alma e a consciência
humana. Portanto esta Terapêutica tem caráter
preventivo, podendo agir antes da manifestação
emocional, mental ou física da desarmonia.
-100% natural.
(Texto retirado da net)

ROOOOOOOOMMMM

TARÔ DOS RELACIONAMENTOS